poesia . fotografia . & etc.


Talvez o mundo não seja pequeno / Nem seja a vida um fato consumado . Chico Buarque de Hollanda, com Gilberto Gil








terça-feira, 20 de janeiro de 2015

processos sumários

 

 
FUMOS


Começa a noite a cair 
visivelmente e as crianças 
descobrem-se muito antigas

O frio é apenas frio
empurra, solene, as estrelas
que riscam o breu

Nem só dos galhos tudo partia
era preciso apurar outras matérias
prender os fumos na lã das camisolas
com gestos delicados e dobrados alfinetes


No fim, os bons conselhos
enquanto arrumavam 
crepes retintos e sudários


Uma espécie de gaze na paisagem
os olhos condoídos em ferrugem
quase etérea, quase bela
faúlhas que ardiam ao voar

jmts


 Hein Koh- Halo, 2010
 visto aqui




2 comentários:

Joaquim Pimenta disse...

Em cada som o telintar de um sentido, em cada verso a emoção de uma imagem, de uma vivência, de um tempo perpetuado.
Obrigado José Manuel

José Manuel Teixeira da Silva disse...

Muito obrigado, Joaquim, pela leitura e pela sensibilidade. Um abraço.