poesia . fotografia . & etc.


Talvez o mundo não seja pequeno / Nem seja a vida um fato consumado . Chico Buarque de Hollanda, com Gilberto Gil








domingo, 21 de março de 2021

 processos sumários   

 

 

LISBOA: QUATRO VOZES PERDIDAS NUM DIA DE CHUVA

              uma fotografia de Sena da Silva, Lx. 1956-57


1.
Cruzei-me contigo porque havia chuva
e os galhos soltos alongavam
o caminho conhecido
 
2.
Os dias tangem no meio 
dos temporais, tu rente
aos aguaceiros, eu de ti desabrigada

3.
Foquei o pendor das árvores
e a respiração sombria
revelou-me o trespassar da vida

4.
Limitei-me a chover desassombradamente
musa desabrida que se dá a essa voz
de todas a mais desencontrada

jmts
 
 
 
 
sena da silva . sem título . lisboa, 1956/57





     


 

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2021

processos sumários





na Gazeta de Poesia Inédita
 
"Concha Partida numa Praia da Escócia"




  Faltam sempre versos aos poemas acerca da Escócia


                                               jmts





 

domingo, 10 de janeiro de 2021

 

das palavras dos outros

 

 Donde la nieve no llega - algunos poemas
 antologia virtual - La Bella Varsovia (Elena Medel)
 
 
 

 
Pilar Adón | Azucena G. Blanco | Berta García Faet | Claudia González Caparós |
Carmen Jodra Davó | Natalia Litvinova | María Martínez Bautista |
Luna Miguel | Andrés Neuman | Antonia Pozzi |
ilustração : Takahashi Hiroaki

 aqui

 

quinta-feira, 31 de dezembro de 2020

 # Em Agenda #

 



Egito Gonçalves
O Esperado Fim do Mundo Já Partiu 
                                                                            uma antologia


selecção, organização e introdução de
 José Manuel Teixeira da Silva 

Língua Morta 113

 

 

domingo, 22 de novembro de 2020

 # Em Agenda #








Entrevista a Regina Guimarães

Paulo Moreira Lopes |  José Manuel Teixeira da Silva
 
 
 
 
 

quinta-feira, 15 de outubro de 2020

 

das palavras dos outros




  jane hirshfield/ in Afagando a Face de Lorca, Companhia das Ilhas, 2020
                     tradução de  Francisco José Craveiro de Carvalho



A LAVAR MAÇANETAS


As maçanetas em vidro não giram de modo diferente.
Mas cada Dezembro
dou-lhes brilho com água avinagrada e algodão.
 
Acaba outro ano.
Neste, comi pickles de Kyoto
e, em Xi'an, toquei a face de uma tartaruga em pedra,
fria como pedra, como tartaruga.
 
Não consegui ler a mensagem sobre o futuro gravada na carapaça
ou ouvir o que fizera a sua cabeça erguer-se
para escutar, durante tanto tempo.
 
À sua volta, a loucura dos impérios continuava,
um cavalo sem freio que corre milhares de milhas
entre pastagens.
 
À nossa volta, a loucura dos impérios continua.
 
Se somos felizes,
se somos infelizes não tem importância.
A tartaruga em pedra escuta. O cavalo esfomeado corre.
 
Rolando maçanetas, um ano entra noutro. 
 
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
DA CAPO
 
Pegue no coração como se fosse um seixo
e atire-o para longe.
 
Pouco tempo depois não haverá nada.
Em pouco tempo a última onda cansar-se-á
nas ervas daninhas.
 
Tendo regressado a casa, corte cenouras, cebolas às rodelas e aipo.
Envolva-os em azeite antes de juntar
as lentilhas, água e ervas aromáticas.

As castanhas tostadas a seguir, um pouco de pimenta, o sal.
Para terminar, o queijo de cabra e salsa. Sirva-se.
 
Pode fazer isto, digo-lhe eu, é permitido.
Comece a história da sua vida novamente.
 
 

 




 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
OPTIMISMO
  
Tenho vindo a admirar cada vez mais a resiliência.
Não a resiliência simples de uma almofada cuja espuma 
volta repetidamente à mesma forma, mas a tenacidade
sinuosa de uma árvore: tendo a luz de um lado sido bloqueada não há muito,
vira-se para outro. Uma inteligência cega, claro.
Mas de tal persistência surgiram tartarugas, rios,
mitocôndria, figos- toda esta terra resinosa, que se não retrai. 







 

 

 

 

 

 

 

O CALOR DO OUTONO

O calor do Outono
é diferente do calor do Verão.
Um faz as maçãs amadurecerem, o outro faz delas sidra.
Um é um cais que se abandona,
o outro a coluna vertebral de um cavalo magro a nadar
e o rio cada dia uns graus mais frio.
Um homem com cancro troca a mulher pela amante.
Antes de ele se ir embora ela estica os cintos dele no roupeiro,
volta a arrumar por cores as peúgas e as camisolas
na cómoda. Isso é calor de Outono:
a mão dela colocando fivelas prateadas com prateadas, 
douradas com douradas, pondo cada uma
no gancho a que pertence num roupeiro em breve vazio
e chamando-lhe prazer.





 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
fotografias: JMTS





quarta-feira, 26 de agosto de 2020

# Em Agenda #

 

 


Gazeta Literária, nº.7
 Associação dos Jornalistas e Homens de Letras do Porto


  número dedicado a Egito Gonçalves e Nuno Rocha Morais


colaboram neste número:amadeu baptista, inês lourenço, josé viale moutinho, x.l. méndez ferrín, fernando j.b. martinho, joão luís barreto guimarães, jorge fernandes, vergílio alberto vieira, emerenciano rodrigues, sónia teles e silva, césar príncipe, rosa alice branco, júlio gago, domingos lobo, jorge sarabando, josé manuel teixeira da silva, júlio roldão, ramiro teixeira, francisco duarte mangas. abigail ascenso (design)
 
 
 
 
---------------------------
 
 
 

 
Na página Livros Lidos,

quatro poemas de Fiama Hasse Pais Brandão,
em Fábulas
 


 

terça-feira, 28 de julho de 2020

Acerca do mar













JMTS





O mar tão forte, tão imenso (sei que se trata de uma redundância, uma maré que volta sobre si própria, mas nenhuma hipérbole). Há tempos pensei num projecto fotográfico sobre o mar em que ele não apareceria 
propriamente, porque, na verdade, não 
somos capazes de o representar.

JMTS, Sombramar, Companhia das Ilhas, 2019



terça-feira, 7 de julho de 2020

# Em Agenda #







Ana Dubac (trad. Sérgio Ninguém) | Eduardo Bettencourt Pinto | Eduardo Quina
 Kathy Xiong (trad. Sérgio Ninguém) | Maria Fernandes
Mila Vidal Paletti | Sérgio Nazar David
Sinéad Morrissey (trad. José Manuel Teixeira da Silva) 
Yvette K. Centeno (Poetas & Poetas) | Perejaume (trad. Yvette K. Centeno)
 Rui Tinoco (Khroniká)


encomendas | informações
Eufeme 16



-----------------


8 poemas de Sinéad Morrissey
- tradução de JMTS

 
  © Carcanet






quinta-feira, 11 de junho de 2020